Jesus Cristo Joseval Oliveira

Todo ser humano nascido de mulher é pecador, exceto Jesus Cristo!

Todo ser humano nascido de uma relação sexual é pecador. Isso se deu por causa do pecado original cometido contra Deus quando o ser humano que foi criado puro e sem mácula o desobedeceu. Por mais famoso ou cheio de honra, ou méritos, é pecador! Desde os grandes nomes da história passada até nossos dias e passando pelo futuro até quando houver gente na terra, serão sempre pecadores. Adão, Eva autores do pecado; Abraão, Isaque, Jacó, Davi, Salomão, homens da história tais como Buda, Zoroastro, Maomé, Saul, Herodes, Maria, Salomé, Maria Madalena, Pedro, João, José, Mateus, Jó, Pedro etc. etc….. Todos são pecadores porque foram manchados pelo pecado original oriundo da desobediência ao Senhor. Aqueles que pela fé exclusivamente em Deus e Cristo na certeza da sua vinda estarão na Glória com Ele após sua vinda. Os que se portaram contrários, ou se intitularam deuses não alcançarão a glória terna.

Foi por isso que não se achou na terra, ninguém que pudesse redimir os pecados da humanidade e Jesus precisou descer à terra para perdoar e levar sobre ele todos os pecados humanos. Porque está escrito em Isaias..Levou sobre si todas as nossas iniquidades….Na visão que João teve no Apocalipse, ele fala sobre isso claramente, que não se achou nem na terra nem nos céus alguém que pudesse abrir o livro com os selos. Sendo necessário que o Cordeiro da tribo de Davi se apresentasse para o fazer.

O leão

Conforme a bênção de Jacó, em Gênesis 49, cada filho foi comparado a um símbolo, a um animal. Sobre Judá, o pai diz (versículos 9-10): Judá é um leãozinho: da presa, meu filho, tu subiste; agacha-se, deita-se como um leão, como leoa: quem o despertará? O cetro não se afastará de Judá, nem o bastão de entre seus pés, até que o tributo lhe seja trazido e que lhe obedeçam os povos.

Repetindo o que já foi dito aqui no site, o leão é um animal forte, ágil, corajoso e não se intimida em enfrentar um adversário. Seu potente rugido assusta os animais que estão por perto. Seu rugido atemoriza seus inimigos. O leão é dono absoluto de seu território, zela por ele e não se deixa apanhar desprevenido, mas está sempre vigilante. Seu rugido diz aos outros animais que aquele território tem dono, tem liderança.

A primeira comunidade cristã passou a considerar a Jesus como a imagem do Leão da tribo de Judá que venceu o inimigo, foi morto na cruz, mas ressuscitou, derrotando a morte. O evangelho de Marcos é caracterizado pela figura do Leão, que mostra Jesus, o messias esperado, que vem salvar a humanidade. Jesus, o Leão de Judá, rugiu poderosamente diante do poder do mal, declarando a sua derrota. Na Sua ressurreição, Jesus mostrou ao inimigo que Ele é a autoridade, dele é o Governo na terra e que o poder do mal já está derrotado, ele não tem lugar no território de Deus. Nessa ótica, o Apocalipse se refere a Jesus como Leão.

O cordeiro

No Antigo Testamento, antes que Jesus nascesse e também durante o seu tempo, os judeus ofereciam sacrifícios a Deus. Esses sacrifícios podiam ser ofertas de produtos da terra ou animais, sobretudo o cordeiro, que é um filhote de ovelha. No templo, grande construção que havia em Jerusalém no tempo de Cristo, toda manhã e tarde eram sacrificados um cordeiro para a remissão do pecado, para o perdão do pecado do povo.

Desde o Antigo Testamento se esperava o Messias que tirasse o pecado do mundo. Cresceu a certeza que o Messias seria alguém que se sacrificaria para o perdão dos pecados (veja Isaías 53,10). Também Jeremias (junto com Isaías) profetizou que o messias seria como um cordeiro conduzido ao sacrifício (Jeremias 11,19; Isaías 53,7).

Foi por isso que os escritores do Novo Testamento (os evangelhos, os escritos de Paulo, carta aos Hebreus) viram em Cristo o sacrifício definitivo oferecido a Deus pelo perdão dos nossos pecados. Jesus é o sacrifício perfeito, o sacrifício definitivo: não é mais necessário oferecer cordeiros, pois Jesus é o sacrifício perfeito e definitivo (Romanos 8,3; Hebreus 10).

No Apocalipse, Cristo aparece como cordeiro imolado, capaz de pegar o livro das mãos do seu Pai, sentado no trono, reconhecido como Deus, porque adorado pelos anciãos.

Concluindo

Cristo, apresentado como leão, é o mediador da revelação: nele se concretizam as esperanças do povo de Deus. Apresentado como Cordeiro, Cristo traz a salvação, abre o livro, se torna o mediador, para trazer a salvação à humanidade”. https://www.abiblia.org

Eis que está escrito na palavra de Deus:

Vi, na mão direita daquele que estava sentado no trono, um livro escrito por dentro e por fora, de todo selado com sete selos.
Vi, também, um anjo forte, que proclamava em grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de lhe desatar os selos?
Ora, nem no céu, nem sobre a terra, nem debaixo da terra, ninguém podia abrir o livro, nem mesmo olhar para ele; e eu chorava muito, porque ninguém foi achado digno de abrir o livro, nem mesmo de olhar para ele.
Todavia, um dos anciãos me disse: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos.
Então, vi, no meio do trono e dos quatro seres viventes e entre os anciãos, de pé, um Cordeiro como tendo sido morto. Ele tinha sete chifres, bem como sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus enviados por toda a terra.
Veio, pois, e tomou o livro da mão direita daquele que estava sentado no trono; e, quando tomou o livro, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um deles uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos, e entoavam novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus os que procedem de toda tribo, língua, povo e nação e para o nosso Deus os constituíste reino e sacerdotes; e reinarão sobre a terra.
Vi e ouvi uma voz de muitos anjos ao redor do trono, dos seres viventes e dos anciãos, cujo número era de milhões de milhões e milhares de milhares, proclamando em grande voz: Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor.
Então, ouvi que toda criatura que há no céu e sobre a terra, debaixo da terra e sobre o mar, e tudo o que neles há, estava dizendo: Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos.
E os quatro seres viventes respondiam: Amém! Também os anciãos prostraram-se e adoraram. Apocalipse cap 5


Está entendido agora porque nenhum ser humano nascido de uma relação humana pode tirar o pecado do mundo e levar outro a ser salvo? Ele pode levar outro a ser salvo, levando primeiro a palavra de Deus de modo que o faça discípulo de Cristo; mas o poder de salvar a alma da condenação no dia Final, só Cristo o Cordeiro que desceu dos céus!

Fonte: Palavra de Deus Bíblia Sagrada

Imagem extraída da internet sem fins de propriedade particular

Sobre o autor | Website

Saiba mais sobre o autor

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.