Jesus Cristo Joseval Oliveira

O Salvador dos perdidos

“Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido” (Lc 19.10).

O Senhor Jesus fez uma afirmação bastante interessante acerca da sua missão aqui neste mundo, quando se encontrou com Zaqueu, o publicano. Ele veio buscar e salvar o perdido. Mas, quem são os perdidos a quem o Senhor se refere? Será que todos nós estamos perdidos, ou apenas alguns? A Bíblia nos responde afirmando que todos os homens, sem nenhuma distinção, de raça ou cor, nacionalidade ou sexo, se encontram num estado de total perdição por causa do pecado. O apóstolo Paulo afirma em Romanos 3.23: “pois todos pecaram e carecem da glória de Deus”. Ora, e o que vem a ser o pecado? O apóstolo João nos responde em sua primeira carta que “todo aquele que pratica o pecado transgride a lei: porque o pecado é a transgressão da lei” (1Jo 3.4). O motivo que gerou esta situação foi à desobediência dos nossos primeiros pais, Adão e Eva, quando pecaram contra Deus no momento que comeram do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Isso se prova quando lemos em Gênesis 2.16, 17, Deus estabelecendo um pacto com Adão, no qual exigia dele total e perfeita obediência para a vida, e se ele não cumprisse a lei estabelecida por Deus, como castigo eterno, receberia a morte. A consequência foi desastrosa, pois haveria um salário se Adão desobedecesse a Deus: A morte. Romanos 6.23 nos diz “que o salário do pecado é a morte…”. Eis a razão porque a Bíblia nos ensina que a missão de Jesus Cristo foi “… buscar e salvar o perdido”. A ideia aqui expressa é a de Cristo como aquele que veio resgatar aqueles que se encontram em total perdição por causa dos seus pecados e que levam sobre si a santa e justa ira de Deus como consequência da sua desobediência. O objetivo maior da missão Jesus foi vir ao mundo para salvar o seu povo dos seus próprios pecados (Mt 1.21).

Isso aconteceu claramente na vida de Zaqueu. Veja só:

1) Jesus chamou Zaqueu pelo seu nome (19.5 cf. Jo 10.3);
2) Zaqueu atendeu ao seu chamado e desceu com toda pressa e alegria. As ovelhas de Cristo ouvem a sua voz e o seguem com toda a alegria (19.6 cf. Jo 10.27);
3) Zaqueu professou a sua fé perante Jesus e todos os homens (19.8);
4) Jesus declarou que Zaqueu era um genuíno filho de Abraão.

A graça de Deus se estendeu a sua descendência (19.9 cf. Gl 3.7). Agora podemos entender o porque daquele encontro de Jesus com Zaqueu. Ainda que os homens murmurassem, afirmando que Jesus tinha se hospedado na casa de um pecador, ele mesmo rebateu as suas críticas dizendo “hoje houve salvação nesta casa… porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido” (Lc 19.9, 10). Podemos entender também que mesmo sendo nós pecadores indignos e imerecedores da sua glória, mesmo que o salário do nosso pecado contra Deus seja a morte, o nosso misericordioso Deus nos oferece uma nova chance: a vida eterna em Cristo Jesus. A Mensagem do Evangelho é clara. Nós somos pecadores e precisamos de salvação. Somente por meio de Jesus, o Salvador dos perdidos, podemos alcançar o perdão e a salvação. Somente por meio de Jesus recebemos pela fé o dom gratuito de Deus, a Vida eterna em Cristo Jesus. Creia nesta verdade e seja salvo!

Pr. Alan Kleber – http://www.iparacaju.org/2016/06/11/o-salvador-dos-perdidos-2/
Imagem extraída da internet sem fins de propriedade particular

Sobre o autor | Website

Saiba mais sobre o autor

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.