Jesus Cristo Joseval Oliveira

Jesus afirmou destruir o santuário e o reconstruir em três dias

Sendo já próximo da Páscoa, Jesus se dirigiu de Cafarnaum onde morava e foi para Jerusalém. Ao chegar no Templo o achou cheio de vendedores fazendo dele um centro de comércio. Ele os expulsa com azorrague de cordas. Foi um grande escândalo e revolta para os Judeus que lhe perguntaram: Qual é o sinal que tu nos mostra para fazeres estas coisas?

Imaginemos, uma pessoa conhecida como o carpinteiro de Nazaré, filho de José e Maria, irmão de José, Tiago, Simão e Judas, e suas irmãs; homem simples igual aos demais. Se bem que Jesus já tinha realizado seu primeiro milagre que foi de transformar água em vinho numa festa de casamento em Caná da Galileia; chegar no Templo, baixar a lenha em todos e ainda responder a pergunta deles sobre que sinal ele mostrava para fazer aquilo? Em resposta a pergunta deles, Jesus respondeu: Destruí este santuário, e em três dias o reconstruirei. Essas palavras geraram mais polêmica ainda e desaforos por parte deles que disseram ser impossível, porque o templo levou quarenta e seis anos para ser construído e ele dizer que levantaria em três dias? Isso era mais do que uma afronta, uma mentira, um engraçado querendo zombar da cara deles. Não tinham ainda se dado conta que estavam lidando com o próprio Deus em pessoa física que estava se lançando ao mundo e já cumprindo a Escritura que diz: O zelo da tua casa me consome. Sl. 69.9; Jo. 2.17. Mas o tempo passou e quando Jesus ressuscitou, Deus fez eles lembrar do que Ele dissera, que em três dias reconstruiria o Templo, não o físico; mas o espiritual que foi seu corpo. Eis que assim diz a palavra do Senhor.

“Estando próxima a Páscoa dos judeus, subiu Jesus para Jerusalém. E encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas e também os cambistas assentados; tendo feito um azorrague de cordas, expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois, derramou pelo chão o dinheiro dos cambistas, virou as mesas e disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai casa de negócio. Lembraram-se os seus discípulos de que está escrito: O zelo da tua casa me consumirá. Perguntaram-lhe, pois, os judeus: Que sinal nos mostras, para fazeres estas coisas? Jesus lhes respondeu: Destruí este santuário, e em três dias o reconstruirei. Replicaram os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este santuário, e tu, em três dias, o levantarás? Ele, porém, se referia ao santuário do seu corpo. Quando, pois, Jesus ressuscitou dentre os mortos, lembraram-se os seus discípulos de que ele dissera isto; e creram na Escritura e na palavra de Jesus. Estando ele em Jerusalém, durante a Festa da Páscoa, muitos, vendo os sinais que ele fazia, creram no seu nome; mas o próprio Jesus não se confiava a eles, porque os conhecia a todos. E não precisava de que alguém lhe desse testemunho a respeito do homem, porque ele mesmo sabia o que era a natureza humana. João 2:13-25”

Fonte: Bíblia Sagrada

Imagem extraída da internet sem fins de propriedade particular

Sobre o autor | Website

Saiba mais sobre o autor

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.